quarta-feira, 21 de dezembro de 2011


Ontem alguém me dizia que queria passar estas festas natalícias de uma forma completamente solitária. Eu não entendi como é que tal sentimento podia sequer existir. Hoje acho que cheguei lá. Há pessoas que têm aquele gosto especial para tocar nas feridas, para remexer o que temos trabalhado para arrumar, que não valorizam o esforço e as pequenas conquistas do presente e subestimam-nos. E isso dói! E, se for para isto, também acho que prefiro estar sozinha, quieta no meu canto, que eu não pedi a ninguém para piorar o que está menos bem!

2 comentários:

Maria disse...

uiui...isso é de famílias que insistem em picar o pessoal? "então já acabaste o curso?2"então, ja tens emprego?"... existem casos em todas as famílias. conselho: passem mais tempo entre as crianças,são o melhor desta quadra...

Hysteria* disse...

Lembrar-me-ei disso Maria ;) Obrigado*