sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Se eu fosse uma pessoa decente...


... já tinha feito o balanço do ano, já tinha tido uma ideia do que tinha feito e do que me tinha escapado ao longo de 2010, já tinha criado lista de "to do's" para 2011 e já tinha pensado nos desejos para a meia-noite!! Isso era se eu fosse decente e organizada... como não sou, vou deixar isso dos balanços e listas para o ano e os desejos serão os que eu sentir necessidade de pedir na hora! Brindo-vos somente com a única reflexão que serei capaz de fazer antes que a rebaldaria do "revelhão" chegue!

Um bom ano a todos os meus magníficos 75 seguidores e não se esqueçam de apostar na felicidade e na diversão nessa passagem de ano!

Até para o ano caríssimos*


quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Recuso-me solenemente...


... a desejar Bom Ano antes do dia 31. Tenho dito!*

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Pequenos sonhos...



Sai-se do carro. Tranca-se a porta. Os pensamentos voam. O telemóvel toca. És tu. Atendo e trocamos umas palavras rápidas. Querias saber onde estava, querias saber se o meu atraso de sempre se cumpria mais uma vez... mas não! Estava a chegar ao pé de ti. Como eterno cavalheiro que és, esperaste-me ao pé das escadas. Demos um beijo rápido e subimos. Aquela silhueta de puto malandro, aquele sorriso sincero mas cheio de saudades. Máquina avariada, corrida desenfreada para o outro lado, corrida desenfreada para este lado e finalmente paramos no nosso sítio. Viajamos e não conseguimos desgrudar. Vem a vontade de fumar, a crítica à poluição do meu ar, a concretização dos afazeres do dia e a viagem de regresso. Olhos fixos numa revista super interessante e o aumento da líbido a cada página que líamos em conjunto. Os 5 sentidos a serem deveras testados, a serem postos à prova naquele ambiente social demasiado povoado. Anseia-se espaço, tempo, dedicação pessoal. Sai-se, desce-se as escadas, encosta-se ao carro como que a pedir mais um pouco de presença e surge um misto de reacções quentes no frio gélido do espaço natural que nos envolve. Adiamos o desejo, colocamos a vontade em stand by... porque a diferença daquilo que nos une, relativamente ao que temos vivido até hoje, é que não temos pressa para chegar a nenhum lugar. O hoje é o essencial... Criar é a meta... *

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Para esclarecer os meus queridos seguidores...


... fui ao funeral do pai de um amigo meu! É revoltante a forma como este senhor faleceu. Em pleno século XXI ainda há hospitais com pessoal (supostamente!) qualificado que comete a atrocidade de engessar uma perna que acabou de ser operada e cuja cicatriz não cicatrizou. Isso desencadeou uma infecção sistémica (ora pois!) e assim se ceifou uma vida... em pleno dia de Natal!

Já a mãe dele faleceu há 4 anos porque demorou 1 dia e meio a ser atendida e diagnosticada... porque era feriado nos entretantos! Valha-nos a sua forma de encarar tudo isto... Ninguém se vira para nós, com lágrimas ainda residentes, e nos diz com um sorriso tão próprio: Ele faleceu feliz... não é qualquer um que chega ao belíssimo 69!

Se está a sofrer?! Está sim! Se tem a mania que é forte?! Também. Mas não está a criar uma pessoa que não é... Gostava de um dia entender de onde lhe vem tanta força e capacidade de resistência.

Se há pessoa que eu admiro e amo de todo o coração... é o meu amigo Pedro! ;) *

As próximas horas vão ser cruéis...




Para 2011 desejo...



... que a descrença e a desconfiança que me acorrentam e me fazem vacilar e injustiçar terceiros sejam substituídas pela confiança e pelo conforto de acreditar que, neste mundo, ainda existe maturidade e respeito, amor e entrega, romance e paixão, capazes de respeitar espaços e tempos tão próprios, tão singulares, tão únicos!*

PS: Nunca vou esquecer o dia 7 de Setembro de 2010... mas não vou deixar que esse mesmo dia condicione o resto da minha vida!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

É para estas futilidades que o Facebook serve...


Dado o panorama catastrófico em que me encontro (a respiração comprometida, a cabeça parece que duplicou, o corpo treme por tudo o quanto é sítio e o feitio não é o melhor) dirigi-me para a cama e fiquei-me pelo facebook, pelos blogs, pelas séries e outros do género, sem companhia e entregue aos lenços de papel e aos cobertores... até que a meio da navegação uma certa pessoa publica a "relíquia" abaixo mencionada!!


Alguém quer comentar?! É que eu não sei se comece por abordar a temática dos foguetes situados em partes baixas, se o tema da canção, se a ideia de "hino" à perda da virgindade ou a estupidez que paira nestes quase 3 minutos...

Mas de uma coisa não tenho a menor dúvida: vai ficar no ouvido! Eu já estou a entrar numa crise de "comichão cerebral"...

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Hysteria encontra-se no seguinte estado...


... a fazer entradas e a preparar o fondue de chocolate para a "Christmas Eve"!


Que tal oferecerem-me as vossas músicas de Natal favoritas para que a coisa se processe de uma forma mais espiritista e adequada à época?!

Let's go folks...*

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

E após uma crise de despedimento, um retorno às origens e a possibilidade de iniciar a segunda fase do Mestrado...


... já cheira a Natal para estes lados!


Os obstáculos existem para serem ultrapassados de cabeça erguida...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Partilhem aqui com o "je"....


... motivos que considerem válidos para se despedir uma pessoa!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

"Feliz aquele que não se escandaliza por causa de Mim...!"


Naquele tempo, João convocou dois de seus discípulos, e mandou-os perguntar ao Senhor: 'És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?' Eles foram ter com Jesus, e disseram: João Baptista mandou-nos a ti para perguntar: ? 'És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?'

Então, Jesus respondeu-lhes : "Ide contar a João o que vistes e ouvistes:

os cegos recuperam a vista,



os paralíticos andam,



os leprosos são purificados,





os mortos ressuscitam,



e a boa nova é anunciada aos pobres."


É feliz aquele que não se escandaliza por causa de mim!

Diariamente, todos nós nos sentimos como cegos, paralíticos, leprosos ou até mesmo mortos que esperam, ansiosamente, a vinda de Cristo e as mudanças que só Ele nos pode ajudar a incutir nas nossas vidas. Nem sempre acreditamos nessa possibilidade de mudar, nem sempre temos a força necessária para esperar pacientemente... nem sempre sabemos quem devemos esperar!

Mas é aí, nesses momentos de crise e de dúvida, de fé e falta dela, de perda de rumo e de encontro pessoal, que Cristo nos fala... É no silêncio e na preparação da sua vinda, como é este tempo de Advento, que Ele surge em nós e nos faz crer que, no meio da adversidade e da incerteza dos dias, a vida que nos deu tem o valor suficiente para sermos íntegros e humildes, humanos e conscientes, gratos e crentes de que todos somos um n'Ele e com Ele.

A Ti agradeço Pai, por me proporcionares o encontro com pessoas que revitalizam a minha fé, que me fazem continuar a caminhar em Ti e que não deixam nunca que esta chama (que um dia puseste a arder em mim) se apague! Tu és Aquele que me conhece verdadeiramente e é a Ti, Senhor, que agradeço todas as maravilhas e obstáculos típicos de um ser insatisfeito e em construção. Porque é a Ti que espero... e é convosco que partilho a minha reflexão deste dia!*


BOA NOITE*

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

96 horas e uma música!



Serei a desiquilibrada? - pergunto eu.
Responde ele: Estás muito, mas mesmo muito mais perto de seres o sol da minha vida ou a minha vontade...!

domingo, 5 de dezembro de 2010

O que é que se faz quando...


... temos muita coisa para contar, não sabemos por onde começar e também não nos apetece escrever muito? LOL