sexta-feira, 31 de maio de 2013

quarta-feira, 29 de maio de 2013

FACTO #111


E não foi uma situação bonita, nem fácil. Não sei porque me lembrei dela agora. Mas chegou uma vez, uma única vez, para sentir o sufoco que comporta em si mesma. Fica aqui registado que, se for possível, não a gostaria de experimentar mais vez alguma. Bastou. É que os olhos raiados e as olheiras pronunciadas denunciam-me e nem o melhor sorriso me vale. E eu também não gosto que encerrem o ciclo de uma relação com mais intervenientes em contacto com a nossa fraqueza. (ainda) Tem disto, os dias 29!

segunda-feira, 27 de maio de 2013



Aquilo que penso, dito por alguém que vou conhecendo e admirando!



Francisco, o Papa, frisou que realizar boas obras não é um exclusivo cristão.
«Se nós, cada um pela sua parte, fizermos o bem aos outros, encontramos-nos lá, fazendo o bem; (...) façamos aquela cultura do encontro de que precisamos tanto, encontremo-nos fazendo o bem. "Mas padre, eu não creio, sou ateu." Mas faz o bem: lá nos encontraremos», disse o papa, citado pelo portal de notícias do Vaticano. E sim. É tão simples quanto aparenta ser!

Gosto de votos!



domingo, 26 de maio de 2013

Não me falem de futebol nos próximos meses!

DAS TENTATIVAS DE APRENDIZAGEM | A propósito das relações humanas, nas quais sou uma nódoa negra!


O tricot não tem nada de imbróglios... Ás vezes é que as linhas dos novelos dão nós e é difícil desmanchar esses nós... Mas de resto é uma actividade calma e serena onde tu vais embelezando a peça com alguns pontos diferentes!

sábado, 25 de maio de 2013

Tentem...


... ter uma conversa com uma pessoa com Alzheimer pelo telefone. A vossa vida nunca mais será a mesma!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

quinta-feira, 23 de maio de 2013

E como nem só de más notícias vive o mundo...



... um conterrâneo, dos poucos alfaiates deste país, na capa do Jornal de Negócios é motivo para me deixar orgulhosa e um pouco mais confiante! Vale a pena ler o seu testemunho...

Ou sou eu que antes não dava atenção às notícias ou o mundo está todo maluco!

  • Canibalismo; 
  • Degolações; 
  • Violações; 
  • Naufrágios; 
  • Espancamento por causa de doenças; 
  • Tornados devastadores; 
  • Cães atirados de prédios; 
  • Atropelamentos com fuga;
  • Crateras entre habitações.
Isto tudo no mesmo jornal?! 
Este mundo cada vez me assusta mais... a mim que nem sou dada a grandes impressionismos! Mas hoje fiquei sem fome...

quarta-feira, 22 de maio de 2013



Eu devo ser muito difícil de conviver e aceitar!


Não é sempre que penso isto mas há dias que a dúvida me assola. Porque é que o meu poder sonhador, a minha capacidade criativa, o meu poder empreendedor, os meus planos de futuro, as minhas ilusões e ambições, a minha alegria e entusiasmo nas escolhas, quando partilhadas, incomodam tanto as pessoas? Sim, ninguém pode sentir as minhas experiências como eu as sinto. Ninguém tem o dever de lhes ter o mesmo encanto que eu tenho. Mas também nem sempre há a resposta positiva à proposta de fazerem parte do percurso que as constituem. Quero eu com isto dizer que não vale a pena colocarem sempre em cima de mim as culpas quando a vontade de fazer parte integrante é, tantas vezes... nula!

terça-feira, 21 de maio de 2013

segunda-feira, 20 de maio de 2013

FACTO #110



Eu já não tenho idade nem paciência para pessoas complicadas!


Sério, quando começam a embrulhar muito situações banais e simples não me tentem enganar com palavras bonitas e intenções divinas porque eu já sei qual é o fim à vista! Exacto... o fim!

sábado, 11 de maio de 2013


É a real dimensão das fraquezas alheias que nos faz entender as nossas.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Boa Benfica!!!


Obrigado genes por me dotarem de um coração forte!

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Música que se um dia dissessem que eu ia ouvir em modo repeat, eu mandava internarem-me! #19




Pah...


... eu juro que não é implicância com quem está apaixonado e com quem é romântico mas há publicações facebookianas que roçam o piroso!

Tipo... Uma conhecida publica a foto do namorado, identifica-o e escreve a seguinte descrição: "Quando te vejo meu coração palpita que nem uma batata frita dentro de uma marmita." Ao que ele responde: "A marmita és tu meu amor. Amo-te mesmo muito!"

Sério. Não sei se ria ou se chore! 
My eyes, my eyes!

olha... chegou!