quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Das palavras mais usadas em 2011...



Alguém - Foram muitos os alguém's que me inspiraram a escrever, foram muitos os alguém's que quis decifrar, foram muitos os alguém's que marcaram o meu ano! Que em 2012 esses alguém's tenham nome!

Quer - Verbo querer. Quis tanta coisa em 2011... Consegui muito do que queria ser, fazer e ter mas ainda falta o maior dos meus "quereres"! 

Sei - Não é à toa que a etiqueta mais usada este ano foi a das Constatações. Constatei muita coisa, aprendi, soube... sei, portanto, que o conhecimento, o reconhecimento e a aprendizagem foram das maiores conquistas deste meu ano. 

Outros - Os outros são "um pau de dois bicos". Nestes outros estão incluídos os que me fizeram bem, os que me fizeram menos bem, aqueles a quem fiz bem, aqueles a quem fiz menos bem, os que passaram sem nada fazer, aqueles que quero que façam mais, aqueles a quem quero fazer mais. Porque há que assumir que sem os outros, a minha vida não teria metade do sentido. 

Pessoas - Eu gosto de pessoas. Gosto de as conhecer, gosto de as entender, gosto de conversar, gosto de rir com elas, gosto de me aventurar com elas, gosto de as fazer felizes, não gosto de as magoar, gosto de as surpreender, gosto de as desafiar, gosto de as fazer crescer, gosto de as receber de coração aberto. Então se forem pessoas bonitas e inteiras, passo a adorar e, quiçá, a amar até!

Situação - Tive muitas situações este ano. Situações excelentes, maravilhosas, inesquecíveis, divertidas, alegres, verdadeiras, culturais, musicais, transcendentes, amorosas, resumindo, situações extraordinariamente felizes! Mas também tive situações humilhantes, de descontrolo, de mágoa, de desilusão, de inquietação, de desistência, de decepção, de tristeza, de infelicidade, de intrigas, de mal-entendidos. Mas posso garantir que foi um dos melhores anos da minha vida porque, sem dúvida, vou levar tudo o que de extraordinário vivi... e, na bagagem, o desafio de converter as situações menos boas em lições de vida.

Pára - Porque nem sempre posso levar uma vida a 1000 à hora! Dos desejos que sempre deixava para trás.

Espaço - Do que, inconscientemente, mais precisava!

Coisa - Uma palavra feia e indeterminada que quero abolir do meu vocabulário em 2012.

Filme - Amigos e companheiros das jornadas mais complicadas de 2011. Os que me falavam, na ambivalência do seu conteúdo.

Sem dúvida, são AS PALAVRAS que melhor definem o meu 2011! 

Descubram as vossas AQUI*

8 comentários:

Ju disse...

Adorei! Boa escolha de palavras! Acho que vou experimentar!
Beijinho*

Sexy na Cidade disse...

gosto!

Maria

Olívia Palito disse...

Olha que giro! Já fui ao site, mas não consegui fazer isso... (Sou naba, eu sei, shame on me...). ;)

Hysteria* disse...

Ju... foram as palavras que mais escrevi aqui no espaço... por motivos bem válidos! :)

Hysteria* disse...

Maria quero saber as tuas! :) *

Hysteria* disse...

Olívia queres ajuda?! Manda vir as dúvidas que eu ensino! :)

Inês disse...

Gostei das tuas palavras e desejo que em 2012 me continues a deliciar com a tua escrita (que aprecio bastante ler apesar de pouco comentar.)
Agora vou ver quais foram as minhas.

Hysteria* disse...

Inês :) Fico contente por saber que faço parte da tua leitura... isso chega-me! :) Um bom ano minha querida*