segunda-feira, 26 de dezembro de 2011


Eu gosto muito de quotes... Uso-as "como se não houvesse amanhã", é um facto! Mas não sou uma limitada que engole tudo o que é cliché! O exemplo disso é esta frase: Quem não te procura, não sente a tua falta. Quem não sente a tua falta, não te ama.
Eu gosto pouco de generalizações e ressabiamentos. Um sem número de circunstâncias determinam o desenrolar das situações e não é necessário, nem tão pouco obrigatório, que seja determinante no que respeita aos sentimentos. 
Analisamos o ser humano de uma forma tão linear, simplificada e superficial e depois supreendemo-nos quando se apodera de nós o choque da "complicação pegada" que o mesmo aparenta ser! Caiamos na real, povo!*

E isto tudo deve-se a quê?
Ao facto desta atrocidade andar o dia todo a fulminar-me as vistas, aquando da leitura de blogues, facebook's e afins. 
Já percebi que tenho que me dedicar, maioritariamente, aos livros! 
Isso e comer chocolate para ver se a irritabilidade amansa!*

2 comentários:

Ju disse...

Eu uso tanto essa frase. x) No fundo sei que não está certa, mas quando alguém não me procura penso logo que não se preocupa comigo... Tu tens toda a razão!
Beijinho

Hysteria* disse...

Às vezes é exactamente isso... mas outras vezes não é Ju! Acho que nos esquecemos que cada pessoa é uma pessoa, com uma forma única e pessoal de agir, que nem sempre está ao nosso alcance compreendê-la verdadeiramente. Analisamos e comparamos, a partir do que é a nossa forma de viver, e, por vezes, é só preciso deixar que ela nos ensine o que ela é verdadeiramente.
Que 2012 nos traga mais discernimento :) E eu contra mim falo... pecadora ao mais alto nível! :D *