sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A carta que nunca escrevemos...


Fim de relações, zangas com amigos, desconfianças na família... Estas e tantas outras situações dão lugar a um sem número de sentimentos que vivenciamos e não verbalizamos. As forças podem ser poucas, a alma pode estar ferida em demasia, a coragem pode faltar. Tantas são as causas que nos fazem recuar... Mas hoje é o dia que, fazendo minhas palavras as palavras dele, publico aquilo que sinto e que ainda não é tempo para te dizer:


Desde o começo não sei quem és, no fundo não te conheço.
Se calhar sou o culpado, se calhar até mereço.
Quis confiar em ti mas não deixaste, não quiseste.
Imagino as coisas que tu nunca me disseste...
Às vezes queria ser mosca e voar por aí, pousar em ti
Ouvir o que nunca ouvi,ver o que nunca vi nem conheci.
Saber se pensas em mim quando não estás comigo.
Será que és meu amigo como eu sou tua amiga?
Será que falas mal de mim nas minhas costas?
Há coisas em ti que tu não mostras, ou já não gostas.
Quantas vezes te pedi para seres sincero,quem me dera!
Imagino tanta coisa enquanto estou à tua espera...
Apostei tudo que tinha e saí a perder, sem perceber,
Surpreendido por quem pensei conhecer...
Sem confiança a relação não resiste, o amor não existe.
Quando mentiste não fiquei zangado... mas triste!


Não peço nada em troca, apenas quero sinceridade.
Por mais crua e dificil que seja,venha a verdade!
Será que me enganas, será que chamas ao outro o que me chamas?
Será que é verdade quando me dizes que me amas?
Será que alguém te toca em segredo? Será que é medo?
Será que para ti não passo que mais um brinquedo?
Será que exagero? Será que não passa de imaginação?
Será que é o meu nome que tens gravado no coração, ou não?
Eu sou a merda que vês, ao menos sabes quem sou.
E sabes que tudo que tenho é tudo aquilo que eu te dou.
Nunca te prometi mais do que podia...
Prefiro encarar a realidade a viver na fantasia!


Também te magoei mas nunca foi essa a intenção
E acredita que ver-te infeliz partiu-me o coração.
Mas errar é humano e eu dou o braço a torcer
Reconheço os meus erros sei que já te fiz sofrer.
Porque é que não me olhas nos olhos quando pedes perdão?
Será que é por saberes que neles vês o refexo do teu coração?
E os olhos não mentem enquanto a boca o faz
E se ainda não me conheçes, então nunca conheçerás!
Serás capaz de fazer o que te peço?
Desculpa ser mal educado quando stresso.
Assim me expresso, sofro e praguejo o excesso
Se conseguissemos dialogar já seria um progresso!
A chama enfraquece e está a morrer aos poucos
Porque é que é assim, será que estamos a ficar loucos?
Acho que nunca soubeste o quanto gostei de ti...
Esta é a carta que eu nunca te escrevi...


E quem nunca sentiu isto e, consequentemente, não exprimiu que levante o braço...*

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

domingo, 24 de outubro de 2010

Sou assim tão anormal quando...


... penso que quem está realmente cansado, mas stressado, deve destressar em casa, deitadinho no sofá, acompanhado por uma boa série, um bom filme ou uma boa noite de sono, mesmo que seja sexta ou sábado e todo o mundo saia?

É que se sou, peço desculpa mas devo ter aterrado no planeta errado!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Quando a inspiração dormia a meu lado #1


A adrenalina inerente ao incógnito faz-me ter a percepção de que só quando tiver a capacidade de ver tudo o que me rodeia de olhos fechados, serei capaz de alcançar as cores do admirável mundo novo e toda uma definição que parte, primeiro, de uma consciência pessoal do que se pretende obter da incalculável estadia...


segunda-feira, 18 de outubro de 2010

E o humor do dia muda logo quando...


... nos deparamos com esta beleza em ponto pequeno!


Quero um destes so para mim! ;) *

Na dúvida, digam a verdade...*

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

INTEGRO-ME SIM SENHOR!*



O meu ser está a precisar de se distrair!*

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

E o que é que podemos fazer...


... quando nos deparamos com o facto de que o nosso herói simplesmente se cansou de lutar?


Oh meu anjo da guarda, faz-me voltar a sonhar!*

Notícias das 11.30 da manhã...


Assim ao jeito jornalístico e informativo, cá deixo as notícias (não muito importantes!) das 11.30h...


1. Por cá os ânimos estão mais calmos e toda a vontade de cometer homicídio voluntário foi substituída pela vontade de ver "How i met your mother" durante umas 6horas seguidas. Qual a ligação das coisas? Faz-me igualmente bem e, quanto muito, leva-me ao oftalmologista e não para uma esquadra qualquer;

2. Os mineiros do Chile foram libertados. Acompanhei a saída do 30º e reparei que um amigo meu no Facebook era pior que qualquer página de jornal ou revista a que me encontro associada. Ele fez a contagem desde.... meio da tarde!!! (Mas fora de brincadeiras... é por estas e por outras que eu continuo a acreditar em milagres. Um dia destes conto-vos uma história!);

3. Contrariamente ao que acontece na maioria dos dias, hoje levantei-me super cedo... com a sensação que me iam deitar a casa a baixo!! Então mas se vêm à sala fechar a porta para eu não acordar (sim tenho quarto mas volta e meia aterro no sofá!), porque raio é que quando vão a sair fecham a porta com uma força excessivamente intensa?! QUERIDOS... A PORTA É BASICAMENTE NOS MEUS OUVIDOS!;

4. Na Casa dos Segredos o Vasco e o Vítor foram nomeados... Não tenho nada a dizer, a não ser que gosto do estilo Bad Boy do Vasco. O que é que isso interessa? Nada... mas eu gosto de consolar as vistas!;

5. Ontem fui jantar ao chinês, corri discretamente atrás de um amigo só para garantir que era ele de mão dada com uma moça (e era!), fiz de distribuidora de iogurtes às 23h e acabei a noite, acompanhada da melhor amiga, num cafezinho bom a comentar todas as fotos das revistas que lá haviam. Há vezes que temos que ser mesmo gajas!;

6. Melrose Place - a série! Gosto do imbróglio que para ali vai... parece-se tanto com a minha vida... ah pois parece!;

7. Irmãs de 17 anos é a mesma coisa que ter um ser humano egoistazinho até não poder mais, com a mania que sabe muito da vida e com fraca capacidade de partilha. Que isso me irrita de morte? Irrita! Era só beber um copinho de humildade todos os dias e a coisa ia ao sítio... mas gosto da pita à mesma!

8. Tal é a minha pontaria que ontem fui basicamente deixada para trás porque os amigos do "amigo" não sabem fazer anos no mesmo dia. Um no dia 13... o que fez cancelar o café! Quando se remarcou o encontro para lá das 00h, outro lembra-se de fazer anos a 14. Ora porrrinha para eles... e felicidades, já agora!

E acho que é só! Como podem ver, coloquei as notícias não por ordem cronológica mas pela ordem com que apareciam (e desapareciam!) do meu cérebro... que se encontra ainda bastante off!

Tenham um bom dia meus queridos*

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Quando nos apetece matar alguém mas não podemos (nem devemos!)...

... partilha-se a revolta em blogues.

Chamem-me crente, inocente, o que quiserem mas se há coisa que prezo e, que continuarei sempre a prezar pela minha vida fora, é a honestidade das pessoas. E, se esta não existir, é logo requisito para mandar a pessoinha às couves.

Eu não acredito no mundo cor-de-rosa mas dispenso bem e, estou sempre fora, de jogos maquiavélicos. Não sei qual é o interesse de certas pessoas perderem tempo a ouvir os nossos "dramas", as nossas dúvidas e os nossos desabafos para, de seguida, irem fazer um filmezão a nosso respeito a terceiros. E, a acrescer a isso, a minha rotineira pontaria.

O F. sempre foi o "meu deus na terra", com quem nunca tive rigorosamente nada mas com quem não me importaria, mesmo nadinha, de passar uns bons momentos. Não tive porque não calhou e, pelos vistos, porque "envenenaram" o processo.

2009, num festival algures perdido neste Portugal. A minha primeira experiência voluntária e tudo graças a ele. Isso e a aparição de duas gajas do meu curso, que achei estranho e ao mesmo tempo com água no bico! Mas lorpa e crente como só eu, lá partilhei o meu interesse e, ao mesmo tempo, impedimento em relação ao moço.

Pois bem... Foi muito estranho o facto de ele, uns tempos mais tarde, me vir exactamente com essa conversa... mas, uma vez que a tenda dos amigos estava tão pegada à minha, suspeitei do falar alto e da cusquice.

Mas não foi nada disso... Uma das gajas com quem falei (da qual eu suspeitava que queria embrulhanço com o moço mas que tinha namorado e por isso é que falei!) foi roçar-lhe tudo aos ouvidinhos.

E perguntam vocês: como é que soubeste, e só um ano e tal depois?! Porque o F. disse-me! Não directamente... mas hoje calhou em conversa e ele disse para eu não ir contar umas cenas a essa rapariga NOVAMENTE! 1+1=2 e rapidamente aqui a Hysteria viu um dos seus problemas solucionados. O que eu não sabia mas fiquei rapidamente a saber é que eles tinham-se embrulhado realmente uns tempos antes/actuais! Ah maravilha.... e eu armada em parva a partilhar!

Pois bem... hoje acabou de "morrer" mais uma pessoa para mim, nomeadamente no que calha a confiança.

Eu bem digo que daquele curso só "levo para a vida" os meus colegas homens, que foram os únicos que nunca me desiludiram pois não perdiam tempo com jogos destes nem a pensar em como lixar a vida ao próximo e eram realmente o que mostravam.

Mais uma cabeçada, mais uma aprendizagem... E como eu digo sempre: A minha vida é uma eterna selecção natural... Só permanecem os mais fortes, que é como quem diz, os verdadeiros!

Voilá!*

Primeiro estranha-se... depois entranha-se! #2




They got me on the run, direct me to the sun
Redemption keeps my covers clean tonight
Baby we can start again... (can we??!!)

And the sun will shine again
Are you looking for the sign?
Or are you caught up in the light?

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Hoje, ao ver esta foto...


... voltei a experenciar o alívio que me assolou o corpo e a alma quando no final da noite de sábado, sem muitas demoras, tirei os sapatos e coloquei os pés no maravilhoso chão frio (e imundo!).


Não é digno de uma lady?! Quero lá saber... Foi delicioso*

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

O raio da escrita inteligente...


... nem sempre é nossa amiga!


Então não é que estava a escrever a bela da mensagem: "Claro que adorava estar contigo querido* Bom trabalho..." e enviei qualquer coisa como "Claro que adorava estar contigo stephen Bom trabalho..."? Isto tudo porque tenho a mania de pôr asteriscos no fim das mensagens e de não olhar para o telemóvel enquanto escrevo. (Quem tiver um Nokia que experimente... No entanto, posso ser eu a única a ter Stephen depois de Querido e isso ser um sinal dos céus! LOL*) 


Foi gira a "discussão" que se seguiu...

domingo, 10 de outubro de 2010

Vou ali engordar um bocadinho e já volto...



Desejos nocturnos... PS: Ai se a criaturinha estivesse ao meu lado... *

sábado, 9 de outubro de 2010

Um belo programa de sábado à noite...


E é isto que a minha pessoa vai ver, a partir das 22h, num Cine-Teatro perto de si... não sem antes se deliciar num belo jantar de mulheres! Awesome*

Digam-me lá....


... qual é o grau de deficiência deste senhor?!!?!??


PS: Já me dói a barriga de tanto rir! LOL*

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

As promoções da Box do Jumbo...


... dão para eu comprar os 2 dvd's do "Diz que é uma espécie de Magazine" por 4€ e arranjar entretenimento para uma noite de sexta-feira em que não posso sair de casa, devido à probabilidade de ir parar a Marrocos se o fizer, tal é o temporal!!


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Próxima Paragem...



...Porto!
PS: A ver se é desta que começo a desenvolver uma relação de paixão pela cidade... é que senão, estou feita!

O bom gosto do Paulo Bento...



Eu quando me ponho a ver jogos de futebol, de uma forma demasiado atenta, dá nisto: Então não é que o Paulo Bento tem um extremo bom gosto ao escolher os jogadores da selecção? Estou rendida!

sábado, 2 de outubro de 2010

U2... Eu não vou!


Chamem-me "musicalmente inculta", critiquem a minha falta de gosto ou até levantem os braços ao céu como que a pedirem que caia sobre mim um espírito divino que me abra os ouvidos... mas eu NÃO GOSTO de U2. Vá, tolero a música One e a With or Without You, secalhar por fazerem parte duma infância/adolescência remota. Já tentei deixar-me encantar e, o que é certo, é que não consigo. Não duvido que façam um bom concerto mas aposto como me ia entediar por não conhecer nem metade do reportório. Por isso, quando me perguntaram se eu queria ser companhia para os ditos, que vão acontecer hoje e amanhã, eu respondi prontamente que NÃO. Conclusão: ganhei mais uns nomes feios para a minha colecção. Temos pena... mas gostos não se discutem!

Mas, para ser mais um bocadinho B****, esta vai ser a minha banda sonora do dia. Só porque te tenho longe de mim, a trabalhar num sítio fino e requintado e estou a ter uma pequenina crise porque o meu telemóvel não toca tantas vezes como antes... Sem dúvida que with or without you não é a mesma coisa ;) *


sexta-feira, 1 de outubro de 2010