quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Serviço Público! (que ninguém me pediu)


Eu, na farrmácia, para aconselhar e vender devidamente um produto, primeiro, tenho que acreditar nele. Tenho que acreditar no seu potencial, tenho que o conhecer e, se possível, ter um feedback pessoal ou de pessoas de confiança. Hoje, aquando da chegada de uma encomenda, dei por mim a deliciar-me com o design da nova colecção da Nuk. Se antes já era fácil sugerir a qualidade destes produtos ao pais, dadas as evidências, agora muito mais simples é! Recuei à minha infância e aos contos que ouvi e li vezes sem conta. Gosto dos contos em si, das personagens e, principalmente, da forma como interiorizávamos a moral que nos era oferecida. Estas personagens surgem tão mimosas, tão deliciosas que será para mim um prazer enorme aconselhar as chupetas, os biberões, as correntes da chupeta, os copos de iniciação. Aconselho vivamente Nuk e a sua colecção Era uma vez... Que surjam inúmeros "finais felizes"!



2 comentários:

teardrop disse...

Quando estava na farmácia também agia sempre assim :) às vezes a DT não achava grande graça, mas sempre fui pelo que me pareceu melhor para o doente! Gosto de saber que os meus colegas têm esse mesmo espírito!
Beijinhos

From now on, please, call me Tinkerbell* disse...

Teardrop eu não consigo ser diferente! Não consigo mentir ou aldrabar quem quer que seja. Sou mesmo muito má nisso... por isso, ou acredito ou não aconselho! E só assim acho ser a forma correcta de proceder. fico muito contente em saber que partilhas da mesma opinião... Um beijinho*