quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Se isto não é amor, é o quê? #4


Desliga a chamada. Pousa o telemóvel em cima da barriga e prepara-se para desligar o portátil. Nisto, a vibração do mesmo e o bip associado surgem novamente. Era ele outra vez. Questiona-se o porquê de ele lhe estar a telefonar, 5 segundos depois de ter desejado boa noite. Atende. Do outro lado surge: "I just call to say i love you... i just call to say how much i care!". Gargalhada audível por toda a casa. Um sorriso nos lábios. Um aperto grande no peito. Sente-se feliz... é verdadeiramente feliz!*


8 comentários:

Gonçalo disse...

Já pensaste em mudar o nome do blogue para o titulo destes teus ultimos posts?

:)

Palavra Já Perdida disse...

Tão lindooo :P

Shell disse...

Ohh, que maior fofura :) * beijinho

Inês disse...

Este blog tresanda a felicidade!!! :)

Sonhadora disse...

Já vivi isso no corpo e na alma... É um sentimento MUITO BOM :)

catherine disse...

O amor é liindo :p

Hysteria* disse...

Gonçalo por acaso já... mas não seria a mesma coisa! E, do meu ponto de vista, o título que está adequa-se perfeitamente... São pessoas histéricas e vozes histéricas que soam na minha vida... porque me fazem ter sentimentos arrebatadores, porque mexem com o meu ser e porque me desafiam a expor a histeria que sempre me caracterizou... PS: A boa histeria, diga-se de passagem! :) *

Hysteria* disse...

Meninas... é muito, mas mesmo muitoooooo mel! Minha culpa! :P *