domingo, 2 de maio de 2010

Imundice de sentimentos...


Sentaste-te comigo naquelas escadas e eu acreditei que, finalmente, irias resolver-nos. Aliás... está mais que na hora de deixares de te esconder por detrás de uma série de mentiras e fachadas que só tu acreditas. Chega de projectar o que se vai fazer para minimizar o risco. Sabes ao menos o que tens em risco? Acredito que não. Dizes que não é fácil, perdes-te num emaranhado de situações que só tu provocaste e crês que és a vítima nesta situação. O teu lado egoísta não te deixa ver o quão mal me fazes. Quando um dia me falaste em cultivar sentimentos, em mostrá-los e lutar por eles... esqueceste-te de mencionar que isso era somente prosa. Não falaste da sua manipulação, da sua mutação conforme as normas sociais e muito menos falaste da sua falta de transparência. Há dias que me sinto num jogo corrupto. Olho para ti e vejo-te negro, não porque estás confuso... mas antes porque alimentas essa confusão e essa ilegalidade. Vais perdendo a sinceridade do olhar e do sorriso, vais-me afastando. Ainda dizes que é impossível viver sem mim e eu acredito na veracidade de tais palavras... não me peças é para tolerar a tua cobardia. Passamos todos por obstáculos duros... mas a diferença entre as pessoas reside nas lições que adquirem da sua resolução. Deixaram-te muito espaço e tempo de manobra para criares a ficção toda em que vives. Desculpa mas não me vais arrastar para ela... Querer-te não passa, concerteza, pla necessidade que tenho em que te mantenhas longe. Estou demasiado suja... e eu não quero, jamais, ser como tu.

Sabes ao menos o que implica amar?

10 comentários:

Mariquita disse...

Há pessoas que não sabem o que implica amar... às vezes acho que não sei...

p.s: eu gosto de vir aqui mas estas letrinhas são tão pequeninas que não consigo ler muito. xD Sou pitosga pa! xD

Hysteria* disse...

Mariquita, a partir de agora vou mudar só para ti! :P

Francisco disse...

Hysteria,

Gostar de alguém é difícil, é tarefa árdua. No entanto, não nos devemos deixar manipular e deixarmos de ser quem somos para agradar outra pessoa, a nossa essência passa pela sinceridade. E parece-me que isso, está muito bem resolvido na tua cabeça. :P

Mariquita disse...

eu não disse para mudares! eu só disse que sou pitosga! :P

marie disse...

Pois aí é que estar. Há pessoas que julgam que o amor gira à volta delas proprias apenas. Estão tão erradas...

Hysteria* disse...

Francisco... eu começo a achar que o problema está em eu ter muita coisa demasiado resolvida na cabeça e o mundo não me acompanha! LOL :D *

Um beijo pela simpatia*

Hysteria* disse...

Mariquita mas depois tenho que te pegar as consultas de oftalmologia e eu sou pobre :P *

Hysteria* disse...

Marie... E eu bem que tento que vejam o outro lado! Não está a ser fácil não! :S *

DC disse...

Sê tu mesma, e deixa que os outros te acompanhem...ou não...

...o problema será deles, não teu.

****

Hysteria* disse...

DC... Acho que o meu problema tem passado por dar demasiada importância a quem não devia! Uns ajustes e isto há de ir ao sítio =) *