segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

O marketing farmacêutico a inovar!


Toca o telefone da Farmácia. Um número para lá de comprido, estranho como só ele. Atendo, como atendo qualquer telefonema rotineiro. Assusto-me. Uma gravação dispara nos meus ouvidos. É a apresentação de um medicamento para a azia, o Digeron, espantem-se através do telefone. Eu, que já vi muita forma de fazer publicidade e dar a conhecer novos produtos, dou por mim a rir-me sozinha quando, um minuto depois, a chamada é cortada com a mesma brutalidade com que é iniciada. Acho que parei no tempo quando ouvi o nome do medicamento, tentando perceber de onde o conhecia. Por isso, toda e qualquer informação detalhada dada à posteriori espalhou-se ao comprido no meu canal auditivo, não atingindo o cérebro. É a crise a fazer das suas. 

4 comentários:

Inês disse...

Pode ser bom para digerirmos a crise...

From now on, please, call me Tinkerbell* disse...

Ah que maravilha! Pode ser mesmo por aí Inês! :) Ainda não tinha visto dessa forma... ahahahha Obrigado*

Inês disse...

Pede à tua directora técnica que o compre, e para o venderem usem o seguinte slogan:
Quer digerir a crise? Tome digeron!

From now on, please, call me Tinkerbell* disse...

Ahahahah! Inês, se pagar, pago-te os direitos de autor :D *