domingo, 5 de fevereiro de 2012

DOS BEIJOS NA TESTA...


Tenho para mim que um beijo na testa é (ou devia ser!) das atitudes mais nobres e de respeito que se pode ter para com outro ser humano. Ontem foi a noite deles. Relembro, umas horas volvidas, que não foi uma nem duas, mas uma mão cheia de pessoas que mo fizeram. Uns pelas saudades, outros pelo carinho que queriam partilhar, outros pela atitude de mero agradecimento e consideração. E esse beijo na testa veio sempre, ou quase sempre, acompanhado por uma envolvência em braços, que me fez sentir especial e importante, única e exclusivamente por aquilo que sou. Isto deixa-me feliz e, ao meu ritmo, realizada!* 

3 comentários:

Inês disse...

Eu gosto de dar e receber beijos na testa.São sinal de afecto na minha opinião.Mas os pobres desses beijos são por vezes esquecidos, desvalorizados.

From now on, please, call me Tinkerbell* disse...

E aquela atitude quase sistemática de fecharmos os olhos e aproveitarmos aqueles segundos, revela, ainda mais, a importância que têm em mudar algo dentro de nós! :) *

Ondina disse...

Adoro dar beijos na testa ao papá e à mamã... e dou tantos... e gosto tanto... talvez a forma mais sincera de amar;)

Um grande bjo na testa para ti!