domingo, 29 de janeiro de 2012



Sim. Lembro-me perfeitamente que dia é hoje. 
Oxalá não lembrasse. 
É que ainda dói... mas, infelizmente, deve ser só a mim!*

5 comentários:

Ju disse...

Curioso que há exatamente um ano as coisas estavam mal para estes lados, também... No dia 29, precisamente...

From now on, please, call me Tinkerbell* disse...

Mas há exactamente um ano, Ju, as coisas estavam boas... ou eu pensava e sentia que estavam!*

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Nunca ha muitas palavras quando a dor nos envolve e substitui o amor, mas a pior forma de superar isso, é pelo lamento mesmo quando justificado! Ficam os porquês, o absurdo da resposta que nao se entende ou o vazio dela, e dói, claro, mas merecemos mais, e por isso há que estarmos receptivos à vida e ao conhecimento, sob pena de hipotecarmos por algum tempo o amor. Merecemos mais, ou, visto de outra forma, talvez o outro nao mereça o nosso lamento. Pensa nisso.

Bjs

just me disse...

Gostei do pensamento de cima, do daniel!
Força, cachopa! Só vai ser, quando realmente for!Enquanto isso, deixa o coração bombar, com juizinho!

Heriwen disse...

Pump blood, just pump blood...