terça-feira, 1 de março de 2011

Do alto da minha sonolência nocturna...


É só para deixar registado que, se há pessoa à qual a felicidade dos outros não faz espécie, essa pessoa sou eu! Há espaço e tempo para tudo e para todos neste mundo e, aquilo que para uns é sinónimo de felicidade, para outros pode não ser. Não entendo para que é que perdem tempo preocupados com a vida dos outros. Não entendo o porquê de se alegrarem com tristezas alheias e/ou rejubilarem-se com metas não alcançadas. Não sou melhor que ninguém mas, felizmente, não preciso disto para viver!
Dado o sem número de actividades que me ocupam um sem número de tempo, tempo esse que muitas vezes me dava jeito para pôr o sono de beleza em dia, aquele tempinho (inho!) que me resta não é, com toda a certeza, gasto a pensar na maneira como os outros que me rodeiam estão ou não a viver! É certo que não gosto de todas as pessoas que conheço e sei que há muitos que também não podem comigo! Agora daí a preocupar-me com o facto de serem ou não felizes, do que andam ou não a fazer, se são sucedidos ou estão alapados no sofá à conta dos pais, vai uma grande distância!
Sem sombra de dúvida que sou uma mulher de pormenores! Fixo aquilo que muitos não acham importante, armazeno aqueles dados que me põem a questionar o porquê de algo ser assim e não assado (assinalando-os a vermelho para quando encontrar a peça que falta!) e o facto de ter sempre mais amigos homens e mais velhos que eu, deu-me outro traquejo na vida! Este facto não me impede de cair e muito menos me faz achar que sou superior... simplesmente tem-me dado visões diferentes das multi-personagens que habitam a nossa vida!
Já fui a outra, já fui a namorada, já fui a amiga. Já fui o interesse de uma amiga, já fui o bode expiatório, já fui o alvo a abater. Já fui falada, já falei e acabei por ter o karma a ajustar contas. Já venci, já fui vencida, já lutei e já fiz com que lutassem. Já sofri trocas, já cheguei e bastei, já bastei mas não cheguei. Já quis e não fui correspondida, já me quiseram e eu não quis, já quisemos os dois. Já... tanta coisa!
E quando me ponho a reflectir sobre estes "já's", todos os que são de carácter positivo envolvem homens; todos os que são de carácter negativo envolvem mulheres! Oh raça d'um caneco! Deixem-se lá de mariquices e de altruísmos e de vingançazinhas estúpidas! Matam, esfolam e esquartejam para no fim ninguém ganhar. Fazem mezinhas e floreados e macumbas e rogam pragas! É o diz que diz pegado e os filmes de Hollywood em acção!
Eu volta e meia ainda absorvo algum veneno... mas este é logo detectado pelo maravilhoso antídoto, ao qual chamo de racional, que acaba por o neutralizar!
E não, não é uma questão de superioridade... é uma questão de perfeccionismo selectivo que não me torna melhor nem mais sábia... mas antes diferente! Simples... DIFERENTE!

PS: Eu sou uma mau-feitio assumida!
PS1: A falta de seguimento lógico é fruto da incapacidade momentânea!
PS2: Com esta treta toda são 2 da manhã!
PS3: Às vezes dá-me para a revolta com inúmeros pontos que se emaranham entre si como se não houvesse amanhã!
PS4: 2h e 10 min! Xô!

2 comentários:

Palavra Já Perdida disse...

Gostei :D
E identifico-me com essas palavras !!
**

Lu! disse...

Gostei do texto! Tem muito de verdade e mostra também muita maturidade ;)