terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Para 2011 desejo...



... que a descrença e a desconfiança que me acorrentam e me fazem vacilar e injustiçar terceiros sejam substituídas pela confiança e pelo conforto de acreditar que, neste mundo, ainda existe maturidade e respeito, amor e entrega, romance e paixão, capazes de respeitar espaços e tempos tão próprios, tão singulares, tão únicos!*

PS: Nunca vou esquecer o dia 7 de Setembro de 2010... mas não vou deixar que esse mesmo dia condicione o resto da minha vida!

5 comentários:

Palavra Já Perdida disse...

Nem mais !!
Às vezes essas datas são lixadas .. mas concordo. Além de ter sido importante, é passado e isso diz tudo. **

A Minha Essência disse...

Que tenhas um excelente 2011! :)

Adília disse...

É que o pior (se é que pode haver pior) é que foi uma coisa vinda do nada mesmo . Não havia nenhum ''sinal'' de que isso podia acontecer . Enfim ..
Oh , muito obrigada mesmo :')

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Muitas vezes não é tanto o que nos acontece mas a maneira como encaramos o que nos acontece que marca a diferença. Superarmo-nos é superar tudo o resto. Porque sem paz interior tudo o resto há-de ser irritação. A resposta está (sempre) dentro de nós...

Um Feliz Ano Novo com maior auto-confinaça e sobretudo tentativa de liberdade interior. Depois, alegria e paz, e eis a receita da felicidade :)

Boas Festas :)

Inês disse...

O passado faz parte de nós,do nosso crescimento como seres humanos.Temos que viver com ele e aprender com ele.
Bjs